Telefones

É comum vermos uma organização dizer que quer alta disponibilidade em suas operações. Porém, poucas empresas sabem a real disponibilidade de que dispõem em seu ambiente de missão crítica, a disponibilidade que seu negócio exige, ou o caminho que devem percorrer para obter a disponibilidade desejada.

Alta disponibilidade significa que o ambiente opera ininterruptamente, quase 100% do tempo. Obter isso implica investir em uma infraestrutura de TI (elétrica, climatização, rede) dual, sem “single points of failure”, que mesmo em caso de longas quedas de energia ou falhas graves de sistema continue operando.

A alta disponibilidade se obtém, portanto, com a redundância da infraestrutura de TI. A questão é: Como saber se a infraestrutura que vou construir vai realmente manter a disponibilidade desejada em caso de sinistro? Como saber se o meu ambiente possui maior disponibilidade que o de outra empresa?

Classificação Tiers 

Exemplo de Infraestrutura Tier III

Para categorizar os níveis de redundância de um ambiente de missão crítica, o Uptime Institute estabeleceu os chamados Tiers, que vão de I a IV. Os Tiers I e II denotam ambientes sem a redundância total de seus sistemas, sujeitos a paradas em caso de sinistro.

 Tier III significa total redundância da infraestrutura de TI, sem pontos únicos de falha, de forma a permitir que seja feita a manutenção da infraestrutura sem que haja interrupção na operação. É o objetivo da maioria das empresas que demandam alta disponibilidade.

                                                         

Tier IV é o que se chama comumente de "redundância da redundância”. Significa que o ambiente possui múltiplas redundâncias, o que o torna isento de pontos de falha, mesmo quando em manutenção.

 As certificações que designam os ambientes como Tier III ou IV conferem ao ambiente, comprovadamente, a alta disponibilidade almejada. O Uptime Institute já certificou diversos ambientes projetados e construídos pela Aceco TI. A certificação pode ser conferida ao projeto (Design), obra (Facility) e/ou manutenção (Sustainability) do ambiente.